OCUPANDO O LATIFUNDIO ELETROMAGNETICO

Posts com tag “usp

SABOTAGEM: A guerra não vai acabar!

Segue comunicado feito pelo coletivo Rádio Várzea Livre do Rio Pinheiros 107,1 fm.

Sabotagem: A guerra não vai acabar.

 

Salve povo que frequenta a USP!

(Quem dera se o povo realmente freqüentasse a USP…)

A sequência dos decretos e ataques impostos pelo Reizinho Rodas a vários setores resistentes da universidade tardou, mas chegou diretamente a um coletivo inteiro.

Respaldada pelo verme Mor, a burocracia verminosa desferiu um golpe que pensava ser fatal no coletivo Rádio Várzea

Vermes sempre estão a direita!

Livre: ROUBOU nossa antena e PICOTOU os cabos que a conectavam ao nosso transmissor. Tudo feito na calada da noite, às escondidas, típica atitude de verme.

 

Mas nós sabemos quem são – pobres vermes, não sonham que a força de um coletivo não está nas máquinas, ou em suas tecnologias, mas sim nas pessoas que o compõem e o constroem.

Entre tantos golpes e em meio ao clima de intimidação e amedrontamento “legal” que os insetos encasulados da burocracia se profissionalizaram em executar, fica uma certeza em forma de advertência: RÁDIO VÁRZEA LIVRE 107,1 FM NO AR!

 

E tudo isso justamente no ano em que completamos 10 anos de batalhas diárias, dentro e fora do mundo fictício da academia; 10 anos de dificuldades financeiras e materiais (porque é sempre bom destacar: ninguém ganha dinheiro com porra nenhuma dentro desse coletivo!); 10 anos de parcerias e amizades imprescindíveis para a formação de um entre tantos espíritos coletivos e horizontais importantes para a construção de UM mundo, entre tantos que ainda precisam ser construídos e/ou revelados.

 

A Rádio Várzea Livre não foi vencida, estamos de pé e resistimos! Tamo aí, na pista, na arena. Pé de breque atrasa lado não vai agüentar, porque além da disposição, nosso combustível é a repressão.

Quando um não quer, vários não brigam. Mas já que vocês estão pedindo… Vamo pro arrebento! Porque 2012 começou pesado e só promete piorar.

 

SEM POLÍCIA, SEM MALÍCIA…

 Saudações Radiofônicas livres!

 Rádio Várzea Livre do Rio Pinheiros 107,1 FM.

NOTAS:

***Desculpem a ênfase  no termo verme e afins, mas é porque tá embaçado de conter a infecção.

**** Motivo do Comunicado:  No segundo semestre do ano de 2011 em meio aos incidentes com a PM (Paus Mandados) a grande imprensa e a reitoria aproveitaram o momento politico para reafirmarem sua perseguição a Rádio Varzea (veja no link). Contudo, todo verme age somente às escondidas; logo a burocracia verminosa (administração central e fefelenta) ROUBOU, sim roubou, pois sem mandado nenhum, retiraram  nossa antena, destruíram o mastro que sustentava a mesma e não contentes picotaram todos os fios que ligavam o transmissor a antena.

Refizemos o mastro, pois como o comunicado diz a repressão é o nosso combustivel. Mas, quando o mesmo ainda estava por terminar, pessoas da Administração Central da FFLCH quebraram novamente nosso mastro, novamente às escondidas.

Com o aumento da repressão vem o aumento da resistência.

Anúncios

Rádio Várzea é atacada pelo Grupo Bandeirantes!

Nessa segunda (31 de Outubro), o Grupo Bandeirantes de Comunicação apresentou uma denúncia (clica no azulzinho e ouça o audio! ) relatando que os alunos da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo mantinham, há cerca de 7 anos, uma rádio pirata e ilegal no espaço dos estudantes no prédio da História e Geografia (FFLCH/USP). A mesma notícia também trazia ainda trechos de programas da própria Rádio, além de uma “suposta entrevista” (falsa, já que o repórter não informou em nenhum momento que estava realizando uma série perguntas para a matéria da Bandeirantes, descontextualizando assim suas declarações) com um integrante da rádio.

Já na terça-feira (dia 01 de Novembro), outra reportagem — (ouça aqui) —, também da Rádio Bandeirantes, alertava à todos que “a ANATEL [Agência Nacional de Telecomunicações] já avisou a Reitoria da USP e espera uma autorização da justiça para poder apreender os transmissores e tirar do ar a rádio pirata“.

Como se percebe a partir da reportagens aqui citadas, o Grupo Bandeirantes e a ANATEL dão o ponta-pé inicial para uma nova campanha de criminalização (e mentiras!) contra as rádios livres e comunitárias. A Rádio Várzea deixa claro que não irá se intimidar com esta ofensiva repressiva da ANATEL e Polícia Federal e que suas transmissões continuarão a ser diárias.

Nesse contexto, a Rádio Várzea pede apoio à todos os movimentos sociais, comunidades, sites e pessoas que lutam e estão dispostos a fortalecer o direito social e humano à comunicação. Cabe lembrar que as rádios livres e comunitárias cumprem um papel fundamental na transmissão de uma informação não-comercial e alternativa, dando caráter público ao espaço eletromagnético de difusão. Mesmo assim, e cada vez mais, continuam sendo fortemente criminalizadas.

Nesse ano, só para ficar em alguns exemplos, a Rádio Livre Pulga (Rio de Janeiro) e a Rádio Livre Muda (Campinas) também já sofreram ataques por parte da Polícia Federal (PF) e ANATEL. E agora, infelizmente e mais uma vez (já que também fomos atacados 2004 e 2006), a Várzea na USP também está na mira.

Mas nós não iremos ficar quietos! Como dissemos em nosso manifesto: “Outras formas de se comunicar são necessárias e urgentes para uma mudança em nossas vidas. Fortalecer essas formas que temos, criar outras e expandir o debate para dentro e para fora da academia são questões que se colocam a todos os coletivos de comunicação livre! Pra cima deles!“.

Defenda a Rádio Várzea Livre! Não deixe que a Polícia Federal e ANATEL calem a nossa voz! Qualquer movimentação repressiva desses órgãos governamentais deve ser repudiada! Vamos impedir que a ANATEL e PF roubem os transmissores e equipamentos da Várzea.

Avisemos uns aos outros para que nada contra nós aconteça! Não deixem que eles entrem na Várzea! Seguimos fortes na luta coletiva e nas ondas livres…

Porque aqui é assim: na Rádio Várzea a gente sabe quem trama e quem tá com a gente…

RÁDIO VÁRZEA LIVRE — SINTONIZE E PARTICIPE!   107, 1 FM LIVRE!

www.radiovarzealivre.wordpress

www.radiolivre.org

FORA POLÍCIA DO MUNDO!


Manifesto da Rádio Várzea Livre

QUEM COMUNICA SE ESTRUMBICA!

Por qualquer que seja o meio ou maneira, comunicar é inerente ao ser humano. Lutamos pela nossa liberdade de expressão como se tentássemos escapar de leões famintos. E embora este seja um direito nosso, assegurado pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, os leões seguem impunemente tocando o terror. São eles, os donos do poder, monopolizadores da mídia, latifundiários do ar, políticos, padres e pastores, cínicos de toda espécie. E nós somos apenas criaturas alegres e indesejáveis ocupando os meios, movendo-nos.

É verdade que a parafernália tecnológica das grandes emissoras de TV, rádio, jornais e mega portais da internet não comunica. Para nós, comunicar implica o diálogo horizontal entre as pessoas. A troca de experiências e de conhecimento é o que move o ideal de uma comunicação livre, onde debates e manifestações ignorados pela grande mídia encontram o seu canal de transmissão. A profusão de informações que se acumulam a partir de um único emissor tem lógica irracional, monocultural, servindo apenas ao controle capitalista das massas e à desinformação do povo.

Negamos as relações hierárquicas nos meios de comunicação livre. Não há editor chefe ou patrão que dite o conteúdo a ser veiculado. Rejeitamos a verticalidade nas decisões do coletivo, nossa prática é autogestionária, nossa rádio é livre e, principalmente, nosso microfone é aberto a qualquer um que queira fazer o seu programa, irradiar, tomar a palavra.

Não temos fins comerciais, partidários ou religiosos. Não aceitamos jabá, patrocínio ou financiamento. Não somos o fim, somos o meio.

Procuramos criar condições para uma experiência de atuação direta. A ideia é “produzir recebendo” e “receber produzindo”, uma via de mão dupla, onde somos ao mesmo tempo programadores e ouvintes, emissores-receptores. Não aceitamos a dominação cultural que nos querem impor os meios comunicação comerciais. Fizemos florescer um canal livre no espectro eletromagnético! A rádio está pronta para a apropriação das pessoas comuns, para realização de seus desejos, suas utopias.

Para quem se coloca politicamente diante da sociedade, a comunicação livre se realiza como uma atividade anticapitalista, pois nega o modo de produção e manutenção das relações sociais no sistema. A rádio livre subverte essa lógica e prova que outro modelo é possível, é urgente. Faça você mesmo ou morra!

(mais…)